A camisa Oxford é um item básico essencial para qualquer guarda roupa masculino. Incrivelmente versátil, pode ser usada por homens de todas as idades e estilos. Por isso, é sempre interessante saber mais sobre as características da camisa Oxford e como combiná-la para cada ocasião.

Ao contrário de outros tipos de peças, as características da camisa Oxford são definidas com muita clareza. Ela é fabricada em um tipo de tecido específico, o Oxford, apresenta um colarinho maior e mais estruturado que as camisas tradicionais e com botões visíveis.

Suas características a tornam uma peça fácil de combinar e adequadas para diferentes eventos.

Como surgiram as características da camisa Oxford

A característica da camisa Oxford mais marcante é sem dúvidas o tecido. A sua técnica de fabricação foi criada na Escócia, provavelmente nos arredores de Glasgow ou Edimburgo, onde a maioria das usinas estava localizada.

A história diz que a fábrica desenvolveu e denominou quatro tecidos com nome das universidades mais prestigiadas do mundo: Cambridge, Yale, Harvard e Oxford. Os outros três desapareceram na obscuridade, mas a trama do tecido Oxford não apenas sobreviveu como também se difundiu por todo o globo.

Ele passou a ser adotado na fabricação de camisas porque como era feito de um algodão grosso, ele era muito mais barato na época do que os materiais mais finos reservados para camisas sociais tradicionais.

O preço mais baixo chamou a atenção da classe média, e combinado com o fato de ser um material resistente e ao mesmo tempo elegante, a popularização se tornou inevitável.

Botão e colarinho

Muito raramente você vai encontrar uma camisa Oxford sem um colarinho abotoado.

Existem dois tipos de colarinho o clássico e o moderno. O clássico colarinho abotoado era enorme, muito mais comprido do que o necessário, criando uma forma de ondulação na barra gola.

Nas últimas décadas, a simplicidade se consolidou, com muitos fornecedores encurtando a gola para que ela apenas alcançasse o botão. Sem dúvida, o colarinho mais curto proporciona um visual mais moderno, mas o colarinho clássico é uma das mais marcantes características da camisa Oxford.

Bolso no peito

Quando a camiseta Oxford foi originalmente desenvolvida, ela trazia um bolso no peito. Nos últimos anos, isso começou a diminuir à medida que menos homens têm necessidade deles e as empresas tentam cortar custos.

Plissado médio nas costas

Tradicionalmente, as camisas Oxford apresentam como característica uma dobra plissada no meio das costas, o que permitia maior conforto aos movimentos e praticidade. Algumas marcas também incluem pregas laterais, mas estas são raras.

Regras comuns para usar a camisa Oxford

Certas certas peças funcionam melhor de maneiras específicas e com a camisa social Oxford isso não é diferente.

Talvez o exemplo mais comum seja usá-la com um par de calças jeans. Para esta roupa você precisa ter cuidado com o jeans que você escolher, um par casual azul claro ou rasgado é provável que pareça fora do lugar ao lado de uma camisa relativamente formal.

A chave para uma roupa fantástica é o equilíbrio, não há problemas em combinar itens informais com roupas mais formais, mas eles não devem estar nos extremos. Por isso, opte por jeans lisos e escuros.

Sempre versátil, elas também podem ser usadas ​​com bermudas nos meses mais quentes do ano, sejam elas jeans ou coloridas.

É sempre válido ressaltar que a escolha de uma peça de qualidade é fundamental. Ao escolher sua camisa Oxford se assegure de observar detalhes como costuras soltas ou tortas, manchas e defeitos no tecido.

As características da camisa Oxford fizeram dela um sucesso e você com certeza também irá se apaixonar por ela!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui