Existem tantos tipos de tecidos quando se trata de uma camisa masculina que fica difícil escolher e saber usar todos eles. A camisa tipo Oxford, no entanto, é uma das mais comuns e também mais elegantes.

Na realidade, pouca gente sabe que esse é o nome dela, mas muitos homens por aí já usaram esse tecido ou possuem uma Oxford em seu guarda-roupa sem nem ao menos saber como vesti-la.

Por isso, decidimos te ensinar algumas dicas e te mostrar o que é uma verdadeira Oxford, para que você se inspire e possa montar visuais mais interessantes no futuro. Não deixe de conferir!

O que é uma camisa tipo Oxford?

Uma camisa tipo Oxford é nada mais nada menos do que uma camisa de algodão, como todas as outras.

A única diferença está no método de tecelagem, que trança fios mais finos em uma trama mais aberta, permitindo que o tecido respire com maior facilidade.

Ou seja, a Oxford não é só uma camisa de algodão comum, ela acaba se tornando um tecido mais firme e resistente, embora também mais suave e macio.

Ela une conforto e elegância, e é por isso que ela é perfeita para qualquer guarda-roupa. Afinal, muitas vezes os homens não usam camisas por achá-las desconfortáveis.

Qual a história da camisa tipo Oxford?

A camisa tipo Oxford surgiu na Escócia, por volta do século XI, onde o método de tecelagem que deixava a trama aberta com fios mais finos foi criado.

Mas, esse método foi difundido e, na década de 1930, essa camisa era tudo o que se via nos Estados Unidos, começando como uniforme do time de polo e indo até grandes astros da música e do cinema, os quais transformaram ela em moda.

Hoje em dia, no Brasil, ela ainda é muito usada e nossas camisarias repetem esse método com muita perfeição, tecendo camisas com alta maleabilidade e estrutura impecável.

No entanto, algumas dessas camisarias também misturam o algodão com o poliéster em várias peças, para aproveitar alguns benefícios do tecido sintético.

Ainda assim, ela se tornou uma peça que vive no centro das atenções, por mais que muita gente não conheça a sua história.

Vale a pena usar uma camisa tipo Oxford?

Sim! A camisa do tipo Oxford já deixou de servir apenas como uniforme para ser usada em literalmente qualquer ocasião. Tudo depende da forma como você a utiliza.

Mas também não é difícil de usar esse tipo de camisa masculina, uma vez que seu tecido de algodão transmite casualidade, e, ao mesmo tempo, versatilidade.

Basicamente, essa é uma peça coringa, e que pode salvar a sua pele quando nenhuma outra roupa parece funcionar. Logo, é essencial em qualquer guarda-roupa masculino.

Como usar e combinar uma camisa tipo Oxford?

O primeiro passo para usar uma camisa tipo Oxford é escolher o tamanho certo. Lembre-se: ela não é mais um uniforme e seu objetivo é ficar elegante.

Por isso, escolha sempre um modelo que não ultrapasse um dedo de largura nas mangas e não deixe folgas no resto do corpo. Se puder comprar uma peça de alfaiataria, será ainda melhor.

Só isso já vai contribuir para melhorar e muito o seu visual, agora só falta combinar. Se estiver apenas iniciando e não souber quais cores usar, opte pelo básico: branco ou azul.

Essas cores costumam combinar com tudo, desde o preto até o colorido, e isso te dará mais liberdade para começar a montar seus looks da moda.

Portanto, agora que você já sabe como usar uma camisa do tipo Oxford, não deixe de experimentar novas possibilidades com ela. Boa sorte!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui